Benfica revela valores das contratações

Atualizado: Mar 6



Além de anunciar lucros de 8,2 milhões de euros no primeiro semestre da temporada 2020/21, a SAD do Benfica revelou ainda os valores envolvidos nas operações de mercado realizadas nesse período - os encarnados adquiriram os passes de cinco jogadores.


- Darwin Nuñez: investimento total de 25.020 milhares de euros, que engloba a aquisição dos referidos direitos, os encargos com serviços de intermediação, os encargos com o Mecanismo do Fundo de Solidariedade e o efeito da atualização financeira tendo em consideração os planos de pagamento estipulados;


- Everton: investimento total de 22.005 milhares de euros, que engloba a aquisição dos referidos direitos, os encargos com serviços de intermediação e os encargos com o Mecanismo do Fundo de Solidariedade;


- Pedrinho: investimento total de 17.098 milhares de euros, que engloba a aquisição dos referidos direitos, os encargos com serviços de intermediação e o efeito da atualização financeira tendo em consideração os planos de pagamento estipulados;


- Waldschmidt: investimento total de 16.017 milhares de euros, que engloba a aquisição dos referidos direitos, os encargos com serviços de intermediação, os encargos com o Mecanismo do Fundo de Solidariedade e o efeito da atualização financeira tendo em consideração os planos de pagamento estipulados;


- Otamendi: investimento total de 15.158 milhares de euros, que engloba a aquisição dos referidos direitos, os encargos com serviços de intermediação e o efeito da atualização financeira tendo em consideração os planos de pagamento estipulados.


No presente semestre, a principal transação das águias prende-se com a alienação dos direitos do defesa Rúben Dias para o Manchester City por um valor de 68 milhões de euros, o qual poderá ser acrescido de um valor de 3,6 milhões de euros (montante que não está considerado nestas contas semestrais), dependente da concretização de objetivos relacionadas com a performance desportiva do Manchester City.


Em termos de cedências temporárias, de destacar os empréstimos dos jogadores Carlos Vinícius ao Tottenham e Florentino Luís ao Monaco até ao final da presente época desportiva, os quais renderam um montante de 3 milhões de euros e 1,5 milhões de euros, respetivamente.


No caso do avançado brasileiro, de referir que o acordo inclui uma cláusula de opção de compra no valor de 45 milhões de euros, à qual, no caso de ser exercida, será deduzida o valor pago pelo empréstimo.